8 Perguntas Respondidas Sobre o City Creek Shopping em Salt Lake City | Intérprete Nefita
Logo

8 Perguntas Respondidas Sobre o City Creek Shopping em Salt Lake City

8 Perguntas Respondidas Sobre o City Creek Shopping em Salt Lake City

Recentemente, muito tem sido comentado a respeito da forma com que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias utiliza e administra seus recursos financeiros, levando alguns membros da Igreja a um choque de opiniões e conclusões precipitadas baseadas em grande parte em mentiras, verdades, meias verdades e consequentemente, conclusões tendenciosas.

Exploraremos nesse artigo o assunto, de maneira a tornar claro o que é fato e o que é mito, sobre o Shopping Center City Creek, localizado em Salt Lake City, nos Estados Unidos.

1. Possui a Igreja de Jesus Cristo um Shopping em Salt Lake City?

Sim. De fato, a Igreja de Jesus Cristo possui em parceria com a "Taubman Company", um Shopping Center em Salt Lake City, denominado "City Creek Mall". O desenvolvimento do City Creek Center foi parte de uma estratégia de desenvolvimento economômico que visava revitalizar á área central de Salt Lake e fortalecer e ampliar o movimento nos arredores do Templo.[1]

2. Qual foi o custo do desenvolvimento do City Creek Center?

Ao contrário dos dados equivocados amplamente compartilhados na Internet, o valor total do projeto foi de US$ 1.5 bilhões e não US$ 5 bilhões.[2] O valor de US$ 5 bilhões se refere ao custo da revitalização total do centro da cidade, o qual o City Creek Center faz parte.[2]

3. Utilizou a Igreja dinheiro dos dízimos no desenvolvimento desse projeto?

Nenhum dinheiro de dízimos foi utilizado nesse projeto. A Igreja tornou isto claro em diversas ocasiões, inclusive em uma de suas revistas oficiais "Ensign":

"A Igreja anunciou pela primeira vez, há três anos, que estava planejando reestruturar a zona central da cidade para dinamizar a economia da cidade que abriga a sua sede e para reforçar a área perto da Praça do Templo. Nenhum dinheiro do dízimo será utilizado na reconstrução."[4]

4. De onde então provém o dinheiro utilizado pela Igreja nesse projeto?

Com o objetivo de manter-se financeiramente estável, a Igreja tem investido por mais de um século em diferentes ramos lucrativos como imobiliário, pecuária, agricultura, comunicação, educação etc, proporcionando assim os meios financeiros pelo qual diversos programas da Igreja podem existir. Tal estabilidade financeira é essencial para que o propósito primário da Igreja de pregar o Evangelho e abençoar os filhos de Deus possa ser alcançado. 

Em outras palavras, há muito mais sabedoria em utilizar recursos de maneira a multiplicá-los e consequentemente multiplicar o número de bençãos dos programas de bem estar e crescimento da Igreja do que simplesmente guardá-los em uma conta bancária. Este princípio é claramente ensinado pelo próprio Cristo na conhecida Parábola dos Talentos. [5] 

5. São os padrões da Igreja requeridos nas empresas presentes no Shopping?

Como mencionado anteriormente, o City Creek Center não pertence unicamente à Igreja, tendo sido o projeto desenvolvido em parceria com a "Taubman Company". Dessa forma, apenas estabelecimentos localizados em áreas cujo dono é a Taubman Company não estarão sujeitos à padrões SUD e determinarão seus próprios horários de funcionamento. Todos os estabelecimentos localizados em áreas pertencentes à Igreja manterá os padrões da Igreja em relação à não utilização de álcool ou funcionamento aos Domingos. [6] 

6. Quais foram os efeitos causados pelo projeto para a comunidade?

Sem dúvida o projeto tem se mostrado de grande valor tanto para a Igreja como instituição, como para a comunidade local. O projeto criou mais de duas mil oportunidades de trabalho, melhorando a qualidade de vida de membros e não membros da região e oferecendo uma melhor experiência às milhares de pessoas que visitam o Templo de Salt Lake todos os anos.[7]

7. Por que ao invés disso a Igreja não utilizou os recursos em obras de caridade?

Embora este tipo de questionamento seja natural, é importante lembrar que a decisão de revitalizar o coração de Salt Lake City em nada influencia os já existentes programas de bem estar, caridade e obra humanitária da Igreja, presentes em todo o mundo. O City Creek Center não foi um "desperdício de recursos", mas um investimento que abençoa tanto a comunidade local, quanto provê recursos contínuos que tornará possível apoiar os propósitos da Igreja no futuro.

Críticos que insistem em utilizar o desenvolvimento do City Creek Center como uma maneira de atacar a integridade da Igreja em relação à utilização de seus recursos, visivelmente ignoram características praticamente únicas do bem estar e autossuficiência presentes na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. 

Quantas religiões no mundo você conhece que financia estudos de seus membros a taxas de juros baixíssimas como o programa "Fundo Perpétuo"? Quantas religiões no mundo possuem programas como o SRE (Serviços de Recursos de Emprego SUD) que ajudam membros da Igreja a tornarem-se autosuficientes e independentes financeiramente? Quantas religiões no mundo possuem serviços de ajuda humanitária e caridade tão eficientes e organizados, que abençoam pessoas em mais de 150 países? Quantas pessoas já foram abençoadas com a oportunidade de servirem uma missão, mesmo sem ter condições financeiras para tal?

Sem dúvida precisamos ser mais lentos em criticar e mais ágeis em ser humildes e reconhecer que muitos na Igreja, talvez você ou sua família, foram ou estão sendo abençoado por algum dos programas da Igreja, que somente são possíveis devido à estabilidade financeira que a Igreja possui e que certamente não possuiria, caso dependesse unicamente de dízimos e ofertas.

Talvez a primeira pergunta a ser feita é... Quão regularmente você tem jejuado e realizado suas próprias ofertas?

8. Quanto a Igreja já contribuiu em obras de caridade e auxílio humanitário?

Uma das divisões do departmanto de Bem Estar da Igreja é o "LDS Charity" (Caridade SUD), divisão responsável pela organização de obras humanitárias e de auxílios emergenciais em todo o mundo. Apenas entre 1985 e 2011, celebrando os 25 anos do evento que reuniu US$ 6 milhões em doações para a Etiópia, o serviço humanitário da Igreja doou:[8]

* US$ 1.4 Bilhão de Dólares em espécie
* 61,308 mil toneladas de alimentos
* 12,829 mil toneladas de suprimentos médicos
* 84,681 mil toneladas de roupas
* 8,6 milhões de kits de higiene e kits escolares

Tais recursos ajudaram mais de 30 milhões de pessoas em aproximadamente 179 países.[9]

Os impressionantes dados acima entretanto, não incluem mais de um século de programas de ajuda como o Armazém do Bispo e doações provenientes de ofertas de Jejum, que tem sido administradas desde o início da Restauração. Não incluem também serviços e materiais utilizados em projetos regulares como o "Mãos que Ajudam", milhares de cadeiras de rodas, campanhas de vacinação e da obra contínua de jovens missionários e missionários de serviço, que em diversos países provém assistência e treinamento gratuito à população e comunidades, que se contabilizados, elevariam drasticamente as estatísticas de obra humanitária da Igreja.

Conclusão

Tendo em vista todos estes fatos, é absolutamente insensato e tolo criticar a Igreja por desenvolver projetos que melhoram a qualidade de vida de sua população local, quando muitos membros em diversas partes do mundo são direta ou indiretamente beneficiados pelas bençãos que tal estabilidade financeira da Igreja trás ao mundo. A obra missionária, assim como os diversos programas de bem estar e ajuda humanitária anteriormente citados, caminham a todo vapor por causa de tal estabilidade e boa utilização dos recursos da Igreja.

Sejamos mais vagarosos ao julgar, mais diligentes ao pesquisar informações atiradas ao vento, mais sensatos ao tirar conclusões e principalmente, mais determinados a defender o que sabemos ser verdadeiro e mais sensíveis para reconhecer que apesar das limitações da Igreja como instituição e imperfeição de seus líderes, o mundo é um lugar melhor porque o Evangelho foi restaurado.

Clique no link abaixo e curta a página oficial do Intérprete Nefita no Facebook:

Facebook Intérprete Nefita

Fontes:

[1] Downtown renovation project; Doug Smeath, Deseret News; 27 de Março de 2007 http://www.deseretnews.com/article/660205772/Downtown-renovation-project.html
[2] Downtown renovation project; Doug Smeath, Deseret News; Março/2007
[3] Mormon leaders and Salt Lake City work together to transform land; Deseret News; Março/2010
[4] "Church News," Ensign, Dezembro de 2006
[5] Mateus 25:14-30
[6] Chris Vanocur, "Will alcohol be served on Sunday at LDS Church's new City Creek Center?" ABC4.com, Salt Lake City (19 May 2009)
[7] Caitlin Kelly, "Mormon-Backed Mall Breathes Life into Salt Lake City," The New York Times (9 July 2013).
[8] Sarah Jane Weaver, “Fast for Ethiopia accelerated work. Church marks 25th anniversary of 1985 event that raised $6 million”. Church News, February 6, 2010. Page 4-5.
[9] LDS Charities; Bulding Hope; 2011 Fact Sheet - ldscharities.org

Escrito por: Luiz Botelho em 06/04/2015




DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:Email:

Comentário:


COMENTÁRIOS

Wagner em 10/04/2016

Excelente artigo! Parabéns pelo trabalho e empenho em criar uma fonte segura de pesquisa e respostas contras essas mentiras e meias verdades que estão sendo atiradas e infelizmente enganando aqueles que têm o testemunho ainda em formação. Oxalá a igreja pudesse se manter estavel com os dízimos e ofertas de nós membros mas infelizmente não é assim. O jeito é grangear os talentos. Parabéns mais uma vez.

Fernando Dantas em 04/10/2015

Gostei muito desse artigo. Eu não havia ouvido acerca desse shopping, mas já ouvi acerca de outras propriedades e investimentos da Igreja. É natural que seja assim, caso contrário ela não teria sustentabilidade financeira para fazer o que faz. Mais interessante que isso eu achei muito boa a maneira mostrada de desmontar um mentira, ou como as mentiras são montadas. São usadas informações parciais, distorções, omissões, insinuações e mentira nua e crua mesmo, ao misturar todas essas nuances teremos uma história crível e facilmente digerida por pessoas que não se propõe a investigar um pouquinho. É da natureza da imprensa e da política esse tipo de informação (Alma 48:1-3), por isso eu não acredito na imprensa e busco várias fontes para confirmar uma notícia, principalmente no que se refere à politica e economia. Também aprendi que as pessoas se deixam levar por suas conveniências acreditando nessas informações sem filtra-las, por exemplo, uma pessoa que não simpatiza com a igreja irá se apegar a essas informações com mais intensidade. Essa regra é aplicável a outros assuntos, a mentira é espalhada de uma forma muito semelhante. Convido os leitores a aplicarem esses filtros em tudo o que lerem, seja sobre nossa igreja ou outras, seja sobre política ou economia, ao lerem reportagens e furos ou denúncias saiam um pouco de suas preferências, entrem em zona neutra e busquem o contraditório, o outro lado, aí poderão formar melhor a sua opinião.

Angelo vieira em 10/08/2015

sou grato por saber que temos homens de Deus na frente desta obra e não tenho duvida, por isso que prestamos sempre nosso testemunho que está é verdadeira igreja de Jesus cristo na terra , reconhecemos pelo trabalho honesto e verdadeiro.

Antonio Oliveria em 23/06/2015

Acho otimo a Igreja possuir investimentos que a fortalecam financeiramente,. Vivemos em um mundo temporal e precisamos de recursos para viver e pregar o evangelho. Como ajudar outros se nao somos capazes de ficar de pe? Eh hipocrisia criticar investimentos financeiros rentaveis. Ficaria chateado em ver a igreja investir em algo que trouxesse prejuizo ou em patrocinar algo que fizesse mal as pessoas. Apoio totalmente essa inciativa.

Antonio Maniçoba em 23/06/2015

Olá pessoal, espero que ninguém se sinta aborrecido com o meu comentário. Li a matéria, mas mesmo que não tivesse lido, não faria nenhum comentário negativo, pois temos um profeta e ele busca orientação de Deus pra tomar todas as decisões, penso que quem não é membro não pode nos influenciar com seus comentários negativos. Todos os gastos feitos pela igreja passa pela aprovação da primeira presidência, os doze e o bispado presidente, tudo isso é feito com muita oração e jejum e mesmo porque a igreja sempre usou de transparencia com todos os seus gastos. Quanto a ajuda humanitária não precisamos nos preocupar, pois a igreja não se ensoberbece ao ajudar as pessoas em todos os desastres que acontecem no mundo.

divino carlos de jesus em 23/06/2015

SOU MEMBRO DA IGEJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ULTIMOS DIAS, ESTOU AFASTADO A UNS QUINZE ANOS, SOU UNICO RESPONSAVEL PELO MEU AFASTAMENTO, A IGREJA E PERFEITA, EU SEI QUE OS PROGRAMAS HUMANITARIOS SAO EFICIENTES, SEI DA SERIEDADE DOS LIDERES, SEI TAMBEM QUE DEVEMOS TER SABEDORIA AO QUESTIONAR CERTAS SITUAÇOES, AMO ESSE EVANGELHO, SEI QUE E VERDADEIRO, SEI QUE MEU TESTEMUNHO E MUITO IMPORTANTE, QUERO VOLTAR E RESTAURAR MEUS CONVENIOS, SOU GRATO AO PAI CELESTIAL PELO SEU GRANDE AMOR, NAO SOU MERECEDOR POREM ELE ME AMA!!!

Fabiano Couto em 23/06/2015

A Igreja tem o maior programa de ajuda humanitária do mundo!!! Não tenho dúvida que é inspirada pelo Senhor do que fazer para manter a estrutura financeira que ela possui hoje!

carlos roberto alves em 23/06/2015

Eu amo este Evangelho, por sua seriedade em tudo, e de levar o puro amor de Cristo a todo o mundo.

castelo branco em 23/06/2015

jamais pairou sobre minha cabeça duvida alguma ,sobre os recursos que o senhor revelou aos lideres de sua igreja nesses ultimos dias ,eu mesmo fui missionario de tempo integral nao so eu ,mais a maioa de elderes que saem em missao sao abençoado por algum irmao que numca se revelam , como falou o salvador ajudar a todos , uma verdade maravilhosa da igreja do senhor jesus cristo e realmente multuplicar nossos talentos para quando estivermos na frente do mestre ele falara servo bom e fiel entra para minha morada ,fico muito grato por seu evangelhoter sido restaurado nesses ultimos dias ,que maravilha ,que luz que esperança e fantastico imaginar ,que a igreja do salvador abençoar a todas as pessoas ,nao so os membros mais a todos em lugares distantes provando que ele o senhor jesus lembrar de todos ontem e hoje , amo sua igreja , ele e meu amigo e salvador ...

Lopes em 09/06/2015

O dinheiro assim como tudo que pertence ao Senhor é Dele e Ele gasta como quiser!! Os hipócritas que reclama do Shopping usando a caridade como desculpa agem da mesma forma maligna que julgaram a mulher que usou um óleo caríssimo para ungir o Senhor! Se restar ainda que seja uma centelha de fé nessa Religião as pessoas deviam recordar que creem que ela é dirigida por revelação!! Se vc perdeu essa fé, tá na hora de ir embora e esse debate é inutil.

Marco Aurélio em 13/05/2015

Quando soube da construção do Shopping da igreja e o valor da obra também me questionei sobre se isto seria correto, mesmo sabendo que a igreja tem muitos recursos. Mas as questões pessoais que levantei foram as seguintes: A igreja poderia melhorar a capela a qual frequento através de mais investimentos? Não é uma capela nova onde qualquer problema é corrigido no mesmo instante, com um padrão de conforto e qualidade muito acima do necessário. Portanto não há necessidade de a igreja investir mais recurso do que tem investido na minha capela e nas outras que conheço. Algum membro da minha ala passa por dificuldade e a igreja tem negado auxilio? Não todas as pessoas que por algum motivo recorreram ao bispo que tenho conhecimento foram ajudas isto inclui desde comida, remédios, tratamentos até aluguel por meses. A igreja não necessita investir mais do que tem investido em ajudar os membros que necessitam de auxílio. Existe algum investimento financeiro que poderia melhorar algo na minha unidade que não esteja sendo feito? Não, não há nada que possa ser melhorado financeiramente que não tenha sido feito, mais dinheiro talvez a partir deste momento iria atrapalhar. Portanto eu conclui que a igreja tem sim um superávit de recursos, uma vez que não tem faltado absolutamente nada, nem da ordem de engenharia, manuais para o ensino do evangelho, ajuda aos membros fiéis que precisam e manutenção de capelas e templos, a igreja mantem tudo no máximo padrão de qualidade que o dinheiro pode manter, portanto faz com eficiência seu trabalho como IGREJA. Muitas vezes percebo alguns irmãos confundindo a função igreja com orfanato, casa de assistência, asilo, ou até mesmo universidade, ais quais a igreja pode deter algumas, mas este não é o foco da igreja como IGREJA. O foco da igreja é pregar o evangelho, aperfeiçoar os santos e redimir os mortos, e isto a igreja tem feito de maneira perfeita quando o assunto é dinheiro. Então vem a pergunta, o que fazer com o excedente, quando tudo que se pode fazer com o dinheiro foi feito na igreja? Investir para possíveis tempos difíceis, esta é a resposta, para que num futuro toda esta estrutura de alto padrão possa ser mantida e até aperfeiçoada se possível. Investir em um shopping nada mais é do que dispor de um dinheiro com prazo para ser ressarcido e lucros futuros. Todo investimento deste porte é inteiramente auto sustentável e muito, muito lucrativo. A igreja não deu seu dinheiro, apenas aplicou o excedente em algo que irá retornar em múltiplas vezes. Eu particularmente não vejo problema, veria se estivéssemos com capelas em mal estado, membros necessitando de ajuda, e principalmente percebendo que houvesse falta de recursos em qualquer área da igreja, mas não é nem de perto a realidade. Os recursos excedentes da igreja são uma questão interessante, porque a partir do momento que sobra, e sobra muito o que fazer? Porque diminuir o dizimo não pode, é mandamento, pedir para as pessoas não fazerem jejum não pode, é mandamento. Distribuir aos pobres pura e simplesmente, não pode porque a igreja é contra o assistencialismo que causa dependência e forma pessoas acostumadas com esmola. Investir a maneira do senhor depende de um grande número de membros dignos cuidando da forma como está sendo distribuído, então o que falta na igreja hoje por incrível que pareça não é dinheiro, mais batismo, membros aos quais a igreja possa investir seu dinheiro, pois aonde tem um número de pessoas, mesmo que poucas a igreja já derrama milhões em construções de capelas novas e modernas. Tenho orgulho da igreja que pertenço.

Ismael Alves em 12/05/2015

Na sua defesa Luiz, e na defesa do rapaz que fez o comentário no seu website, Rodolfo Porto, eu gostaria de compartilhar a minha opinião, de uma forma saudável. Eu acredito que a Igreja deve sim investir e reinvestir os fundos que ela produz com os negócios (businesses) que ela tem. O que eu tenho notado ultimamente, tanto na Igreja como fora da Igreja, é que as pessoas falam as coisas com tanta convicção que acabam fazendo os ouvintes acreditarem sem questionar. Nem todos os ouvintes são assim. Alguns toma o tempo para refletir e rever os fatos. Quando você planta um pé de abacate você não colhe feijão, ou seja, quando você investe dizimo, você colhe dizimo. Quando você investe fundos sagrados (ofertas e doações) você colhe fundos sagrados. Se hoje a Igreja tem tantas empresas que produzem bilhões de dólares é por que ela investiu desde o começo os ovos, as galinhas, os cabritos, mão de obra, tempo e dinheiro dos membros que selflessly doaram e doam para a Igreja. Se você pensar no principio \"Sião\" que pregamos incessantemente, a Igreja em si teria que entrar no seu próprio processo de arrependimento. É óbvio que existe interesse político por parte da Igreja, e é óbvio que a Igreja tem - ajuntado tesouro na terra onde a traça e a ferrugem corroem. A Igreja faz um trabalho humanitário maravilhoso, isso sem dúvidas, mas ao mesmo tempo quando você leva em consideração as necessidades e a probreza que existem no mundo afora, com a habilidade financeira da Igreja, voce percebe que a Igreja tem capacidade de fazer muito mais serviço humanitário. O City Creek Mall é apenas um exemplo. Pensa no i-center at BYU-Idaho. Uma obra que custou mais de 1 bilhão de dólares que acomoda 15 mil pessoas sentadas, 10 basketball courts, running tracks muito mais. Na época da inauguração em 2010 a Universidade tinha uma média de 12 mil alunos. ou seja quando dividido entre os semestres uma média de 7 mil alunos alunos frequentando a universidade a qualquer dia do ano, fazendo assim impossível produzir qualquer evento que preencha os 15 mil assentos. Cinco anos depois da inauguração a Universidade está agora na média de 15 mil alunos, ou seja, ainda é impossível produzir um evento onde todos os assentos sejam utilizados. Quando eu olho para estas construções eu penso nos 20 mil + pessoas que morrem diariamente de fome, ou causas relacionadas a fome. As vezes algumas pessoas tem dificuldade de se expressar de uma forma respeitosa. Os fatos citados aqui são concretos e reais. Talvez a minha opinião seja diferente da de outras pessoa, mas isso não modifica os fatos, apenas a forma em que os avaliamos. - Abraços.

Rodolfo Porto em 04/05/2015

Ridículo gastar tanta grana assim! Não concordo de forma alguma como a grana é usada pela igreja. A igreja usa a desculpa de ser uma religião, mas é um órgão político /empresa sei lá mais o que. Por três vezes eu pedi relatórios referentes aos gastos anuais da Estaca e nada, imagine pedir de toda a igreja rsrsr Se você entra no site da prefeitura do seu município consegue ver os gasto e o que os nossos representantes fazem com ele. Já os de Cristo é impossível saber. Não concordo com o valor que esses líderes recebem. Um presidente de missão tem mordomias enquanto o missionário passa aperto que só. Se uma autoridade esta presente em uma capela, você não pode chegar perto. Seria mais inteligente a igreja investir em mkt, aumentar a audiência. Criar universidade com cursos presenciais e a distância para os membros do mundo todo. Cadê a sabedoria? Estão esperando Deus falar com o profeta? Universidade é mais lucrativa do que o shopping. Por que não faz parceria com produtoras e promovem series contando a história do livro de Mórmon? Claro que de uma forma mais inteligente. A igreja é pura política, não há revelação alguma. Se não gostou do comentário é porque você está cego com o que os líderes falam. Tenho dito :)


Luiz Botelho

Olá Rodolfo,

Obrigado por compartilhar sua opinião sobre o assunto. Respeito mas discordo de quase toda a sua análise dos fatos, que ao meu ver é claramente baseada em informações incompletas, distorcidas ou simplesmente em sua desinformação sobre o assunto. No entanto, como seu comentário não tem como objetivo gerar um debate saudável de ideias, mas apenas atirar pedras de maneira sarcástica, creio que não será necessário uma réplica.

Abraço!

ELEONORA PORPINO em 09/04/2015

IRMÃO LUIZ , ESTOU CONVIDANDO AS PESSOAS MUITOS JÁ CURTIRAM A PÁGINA !! ACHO EXTREMAMENTE IMPOTE TERMOS FONTES CONFIÁVEIS PARA APRENDERMOS MAIS SOBRE A NOSSA RELIGIÃO !! O CONHECIMENTO NOS APROXIMA DO SENHOR E SEU FILHO JESUS CRISTO NOSSO REDENTOR !! TODOS PODEM CONVIDAR SEUS AMIGOS !! ABRAÇOS OBRIGADA !!!

angelo vieira em 08/04/2015

sou muito grato por pertencer a este evangelho .não tenho duvida que os lideres que trabalhão pela igreja são honesto .por isso que a igreja é auto-suficiente tenho um testemunho disso

VALDEIR GONZAGA DOS SANTOS em 07/04/2015

Eu acredito e apoio os lideres dignos do sacerdócio, sei que são homens inspirados por Deus e sou grato por fazer parte de tudo o que envolve o progresso do reino, sei que minhas doações estão sendo usadas de forma sagrada e sinto-me feliz e abençoado pelos programas criados para o bem estar e auto-suficiência dos santos.

Roseli Alves da Silva em 07/04/2015

Eu sempre apoiei meus lideres , acho que eles só fazem o melhor para os membros , temos que parar de criticar a igreja , estamos caminhando para um abismo , o Senhor é o cabeça da igreja , ele jamais deixará que alguém faça algo que manche sua imagem , confio na Primeira Presidência, sei que ela só fará o que for melhor pra igreja e para os membros .

Miriam F Godoy em 07/04/2015

Obrigada pelo seu trabalho! Que seja assim, contendo fontes da verdade.

ELEONORA PORPINO em 07/04/2015

PERGUNTA ?? POSSO CONVIDAR A TODOS PARA CURTIR A PÁGINA OU SÓ ME,BROS DA IGREJA , URGENTE POIS FIZ VÁRIOS CONVITES E ALGUNS NÃO SÃO MEMBROS AINDA !!! OBRIGADA


Luiz Botelho

Olá Eleonora,

Com certeza pode convidar a todos a curtir a página e acompanhar os artigos. O objetivo do site é que a verdade possa ser trazida à luz e informações possam ser analisadas dentro de seu contexto em um abiente edificante.

Obrigado por seu exemplo e dedicação!

Eleonora Porpino em 07/04/2015

MARAVILHOSO TRABALHO !! TUDO FICA MAIS SIMPLES QUANDO TODA A VERDADE É DITA CLARAMENTE !! VEJO TODOS OS DIAS A AJUDA QUE A IGREJA DA A MEMBROS E NÃO MEMBROS , ISTO É INEGÁVEL !! OBRIGADA

pedro em 07/04/2015

Arrazou, isso é a pura verdade com certeza vai ajudar muitos membro principalmente os que trabalham no domingo..

alberto valente em 07/04/2015

Só peço ao SENHOR que continuem a abençoar todos os lideres da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.. os Lideres da administração da Igreja que continuem a ser abençoados com seus talentos e os possam multiplicar para beneficio da humanidade. Os irmãos que tem duvidas deveriam orar mais ao SENHOR e já agora perguntar. Estou seguro que terão uma resposta, se é que ainda a tem, só posso dar os parabéns a quem tão bem esclareceu duvidas infundadas a respeito dos nossos lideres.. muito bom..

valdir em 06/04/2015

Muito bom obrigado

Dora Ilse Schmidt em 06/04/2015

EU CONFIO PLENAMENTE NA ADMINISTRAÇÃO DA IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS E DOS ÚLTIMOS DIAS. SEI QUE ESTA É A VERDADEIRA IGREJA DE JESUS CRISTO E GUIADA PELO ESPIRITO SANTO. SE JESUS CRISTO ESTA NO COMANDO NADA TENHO A QUESTIONAR. ESTA É UMA IGREJA DE TRABALHO E DE DOAÇÕES, PORQUE NÃO PODERIA EVOLUIR FINANCEIRAMENTE?

Luiz França em 06/04/2015

Existem diversas incoerências no artigo. Uma delas é de que no período que vai de 1985 à 2011 o valor doado para auxílio humanitário, $1,4 bi, é menor do que o despendido no Shopping, $1,5 bi em um período bem mais curto. Ainda em tempo, não acuso a Igreja de fazer algo desonesto. Todo o empreendimento até onde sabe-se, está em consonância não só com as leis norte americanas quanto com os procedimentos internos de manejo de recursos da Igreja. A questão que ao meu ver é incongruente, é como em um mundo no qual (só como um dos milhares de exemplos de mazelas) 3000 crianças morrem por dia por doenças diarreicas pelo não acesso a água potável, construir um Shopping em uma cidadezinha do oeste dos EUA seja a maneira que o Grande Jeová institui através de seu profeta para melhorar a vida de seus filhos?


Luiz Botelho

Olá Luiz França,

Como mencionei no artigo, a cifra de 1,4 bilhões não incluem as quantidades de recursos estratosféricos enviados pela Igreja, que em situações emergenciais são muito mais importante do que dinheiro. Ao analisarmos o City Creek como um investimento, notaremos que a Igreja apenas aplicou recursos em um empreendimento que poderá a médio e longo prazo solidificar ainda mais sua estabilidade financeira e assim, abençoar a vida de mais pessoas. Como mencionei, o próprio Cristo ensinou este princípio na parábola dos talentos em Mateus 25.

Grande abraço!

Rosany Hilgemberg em 06/04/2015

Fui uma beneficiária dos programas maravilhosos, que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, proporciona a seus membros. Conheço a fundo o programa de Bem Estar e de Autossuficiencia aplicado para ajudar as pessoas que necessitam, portanto, cada dia tenho um testemunho mais fortalecido, que estes programas são inspirados por Deus e tem abençoado milhares de famílias que deles se beneficiam!!! Estive neste shopping e agradeci por ver muitos ex missionários trabalhando e ajudando para que pudéssemos chegar à tempo para assistir sessões da conferencia geral nos meses de abril e outubro. Sinto muito que pessoas sem o devido conhecimento, passam a criticar programas maravilhosos que existem com o intuito de ajudar membros e não membros da Igreja!!!

Sergio em 06/04/2015

Seria interessante revisar o texto, que contém vários erros gramaticais. O conteúdo, entretanto, é irretocável. A Igreja faz vários investimentos para a tornar cada vez mais independente e autossuficiente. Uma atitude verdadeiramente sábia e prudente que por vezes não é compreendida por quem não possui os alcances intelectual e espiritual necessários.

Roque em 06/04/2015

Meu testemunho do envangélio está acima dessa e de qualquer outra questão que possa surjir. Ainda que membros da igreja cometam erros (não estou dizendo que este é o caso), a igreja continuaria sendo verdadeira e não cabe a mim fazer julgamentos precipitados.

Paulo Oliveira em 06/04/2015

É dever e responsabilidade de todo administrador de grandes valores investir em fundos que sejam sólidos, seguros e rentáveis. Fundos de pensão do mundo inteiro, por exemplo, que asseguram a sobrevivência e o bem estar de viúvas, idosos e inválidos, muito frequentemente investem em capital ventures para construção de shopping centers, simplesmente por causa da tradicional solidez, rentabilidade e segurança desse tipo de investimento. Ou algum desses anti-mormons ignorantes ainda acham que deixar o dinheiro descançando numa conta corrente comum ele não vai ser movimentado pelos banqueiros e usado em financiamentos e empréstimos para todo tipo de gente e todo o tipo de finalidade? Sem falar na irresponsabilidade de deixar esse dinheiro perder valor para a inflação e gerar lucro apenas para o banqueiro. Dá um tempo né gente! Se querem fazer oposição pelo menos não insultem nossa inteligência a esse nível.

Nilma Carréa Martines em 06/04/2015

Excelente artigo, muito esclarecedor e sensato, não deixando pairar nenhum tipo de dúvida a quem quer que seja, membros ou não membros da igreja, que, por causa de sites tendenciosos, se deixam levar, mesmo que por um momento, a questionar os padrões do Senhor. Estes são imutáveis, e mesmo que o mundo inteiro fique contra eles, nunca mudarão. Por isso, como foi dito ontem na Conferência Geral, fortaleçamos ainda mais o nosso testemunho, para que não nos deixemos enganar. Parabéns Luiz Botelho.

Rogério em 06/04/2015

Excelente artigo! Contribui e muito para dissipar a névoa de preconceito e falta de conhecimento dos santos brasileiros. Na minha opinião o maior problema está na falta de informação disponível em português, dando margem para pessoas de má fé espalharem falsidades de meias verdades. Não sei se é verdade mas me parece que até mesmo o responsável por assuntos públicos que cuida da página oficial da igreja no Facebook mal sabia do assunto. Por isso textos como o seu são de extrema importância. Parabéns.

Francisco Martins em 06/04/2015

Muito bom as informações do artigo, apesar de não ligar muito para os números, pois independente do que é feito com os recursos, meu testemunho é mais forte no aspecto que acho desnecessário se questionar os destinos de fundos, ou aspectos doutrinários que são polemizados, embora isso não signifique que não tenha curiosidade de conhecimento. Contudo, é agradável pra mim ver um artigo embasado, com referências, pois além de gerar confiança no redator, demonstra uma opinião não apenas direcional, mais sensata abrangendo diversos aspectos. Tenho curiosidade de saber, pelo redator a respeito dos acontecimentos na última conferência geral, como votos contra a liderança atual e a sua opinião sobre a perspectiva de mais oposições num futuro próximo, uma vez que o \"mundo\" cada vez mais quer interferir no arbítrio moral e nossas posições relacionadas sexualidade, etc.


Olá Francisco Martins,

Fico feliz em saber que é um membro sensato e que busca a verdade por trás das informações. Respondi a sua pergunta individualmente por email.

Grande abraço!