Maternidade - Nasce um Bebê, Nasce uma Mãe | Intérprete Nefita
Logo

Maternidade - Nasce um Bebê, Nasce uma Mãe

Maternidade - Nasce um Bebê, Nasce uma Mãe

[Foto: Minha esposa Kelsie e filha Elisa]

Durante nove meses elas com dores nos carregaram, com um sorriso receberam nosso choro, com paciência nos ensinaram a andar, com suas mãos nos levantaram, com seus joelhos no chão oram por nós, sofrem com nossas derrotas, comemoram as vitórias e nos ajudam a compreender o amor incondicional de Deus.

Nessa mensagem, dirigimos à todas as mães o nosso respeito e amor por serem quase sempre nosso maior exemplo em vida de serviço abnegado e amor incondicional.

Papel da mãe no plano de Deus

A Primeira Presidência da Igreja em "A Família - Proclamação ao Mundo" declarou: 

"Todos os seres humanos—homem e mulher—foram criados à imagem de Deus. Cada indivíduo é um filho (ou filha) gerado em espírito por pais celestiais que o amam e, como tal, possui natureza e destino divinos."[1]

Tal declaração amplia nossa visão de que a maternidade é um princípio eterno e o meio pelo qual os filhos de Deus são gerados de maneira física e espiritual. Fomos gerados por Pais Celestiais e herdamos deles características que quando compreendidas, criam em nós o desejo de formar nossa própria família e amá-los como nossos Pais Celestiais nos amam. 

Elder Jeffrey R. Holland ensinou que nossos Pais celestiais estão envolvidos no processo contínuo de criação ao nosso redor e que "o fazem com imenso amor e cuidado".[2]

Com amor infinito nossos Pais Celestiais desejaram nos ajudar a progredir no curso da eternidade e a obter as qualidades que possuem. Para isto, tivemos que deixar nosso lar celestial para ganharmos experiência. Porém não nossos pais não nos deixaram sozinhos nessa missão. Prepararam anjos para nos receber e os nomearam "Mãe".

Exemplos de mães nas Escrituras

As Escrituras possuem diversos exemplos de como a influência das mães para o bem ou o mal afetam de maneira drástica o curso de famílias, cidades e da própria história do mundo. Analisemos então alguns destes exemplos:

Eva - Mãe da família humana

Muito se diz a respeito do papel de Eva e talvez seja ela um dos personagens mais mal compreendidos de todas as escrituras, atribuindo muitos a ela a "culpa" pelo estado decaído da humanidade. O Evangelho restaurado porém eleva o papel importante de Eva e seu chamado para ser a primeira mãe entre os mortais. Tal papel é reconhecido por Eva ao afirmar:

"Se não fosse por nossa transgressão, jamais teríamos tido semente e jamais teríamos conhecido o bem e o mal e a alegria de nossa redenção e a vida eterna que Deus concede a todos os obedientes."[3]

Eva cumpriu seu papel como filha de Deus e como mãe dos primeiros filhos de Deus, dando a oportunidade a todos de vir a Terra e ganhar experiência.

Maria - A Mãe do Filho de Deus

Maria foi provavelmente uma das mulheres e mães mais fiéis entre todas as filhas geradas por Deus. Sobre ela o Anjo Gabriel afirmou: "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de vosso ventre".[4]

O exemplo de Maria ecoa na história da humanidade não apenas por ter sido escolhida como a mãe do Salvador Jesus Cristo, mas por sua fidelidade e disposição em ouvir o Senhor. Maria com amor carregou Jesus em seus braços ao nascer e com dor o segurou ao morrer. Serviu fielmente todos os dias que viveu e viveu a altura de suas crenças e chamado.

As mães dos Guerreiros de Helamã

Uma das histórias mais conhecidas e inspiradoras do Livro de Mórmon sem dúvida é a da vida e legado dos 2 mil guerreiros de Helamã, que lutaram corajosamente para proteger suas famílias e país contra a tirania dos Lamanitas. Apesar de serem extremamente jovens e inexperientes, sobreviveram a batalha pois "tinham sido ensinados por suas mães que, se não duvidassem, Deus os livraria".[5]

Tais mães ensinaram seus filhos desde muito cedo a confiarem em Deus com suas vidas e a não temer. Tal exemplo tem inspirado milhões a compreender que "por trás de todo grande homem, possui uma grande mulher."

Portanto, abraçe forte sua mãe hoje, diga a ela o quanto a ama, o quanto é grato por seu amor. Sua "mãe" talvez tenha sido sua avó, tia ou outro familiar. Se este for o caso, convidamos você a extender a ela o mesmo amor. Sejamos mais rápidos ao serví-la, amá-la e perdoá-la e vagarosos ao julgá-las e criticá-las; Mais dispostos a amorosamente carregá-las em seus últimos dias, lembrando o quão amorosamente elas nos carregaram em nossos primeiros.

Que o mandamento de "Honrar Pai e Mãe" possa estar escritos em nossos corações, não apenas com palavras, mas com atos, orações e serviço. 

Clique no link abaixo e curta a página oficial do Intérprete Nefita no Facebook:

Facebook Intérprete Nefita

Fontes:

[1] A Família: Proclamação ao Mundo; lds.org
[2] Filling the Measure of Our Creation, Deseret Book 1989
[3] Moisés 5:11
[4] Lucas 1:28
[5] Alma 56:47

Escrito por: Luiz Botelho em 10/05/2015




DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:Email:

Comentário:


COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para este artigo.