Os 10 Pecados Capitais de Falácias Lógicas Dentro e Fora da Igreja - Atualidades | Intérprete Nefita

Os 10 Pecados Capitais de Falácias Lógicas Dentro e Fora da Igreja

Ao nos engajarmos em debates teológicos, devemos nos certificar de que não somos culpados ou vítimas de tais falácias lógicas.


Por Luiz Botelho 22 de Julho de 2018
Os 10 Pecados Capitais de Falácias Lógicas Dentro e Fora da Igreja

Poucas religiões no mundo são tão entusiásticas em pregar o Evangelho e utilizar todas as ferramentas disponíveis ao fazê-lo como os membros d'A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. É comum, entretanto, que ao engajarem-se em debates e discussões religiosas em redes sociais, membros da Igreja se deparem com críticas claramente mal fundamentadas e as vezes cometam os mesmos "pecados" cometidos por seus detratores na tentativa de defender suas próprias crenças.

O uso de falácias lógicas está presente em discussões de todas as disciplinas em praticamente todos os lugares. Uma falácia lógica acontece quando os elementos de um argumento produzem uma conclusão falsa ou conflito lógico que conduz ao erro. Saber identificá-las permite aos que professam ser discípulos de Cristo melhores argumentos ao defenderem suas crenças e maior persuasão ao pregar o Evangelho. Analisamos nesse artigo as 10 falácias lógicas mais comuns e como evitá-las.

1. A falácia do Espantalho

Tal falácia acontece quando um indivíduo distorce, omite ou exagera o argumento de outra pessoa a fim de tornar sua própria posição mais persuasiva e o argumento adversário mais fácil de ser refutado. Utilizar consciente ou inconscientemente tal falácia ao atacar ou defender o Evangelho tem efeito extremamente negativo pois tal artifício é baseado na mentira e desonestidade. 

Ex: "Como acreditar na Teoria da Evolução quando evolucionistas ensinam que o homem veio do macaco? Em toda a minha vida eu nunca vi um macaco gerar um ser humano."

Acreditando você na teoria da evolução ou não, o exemplo acima constitui uma falácia lógica porque apresenta o argumento evolucionista de forma distorcida e incorreta de maneira a desonestamente enfraquecer a posição oposta. 

2. A Falácia da Causa Questionável

Argumentos baseados em causas questionáveis constituem uma categoria de falácia lógica onde duas coisas distintas são conectadas de maneira a concluir que uma é a causa da outra. Este tipo de falácia é normalmente utilizada com relação a locais e tempo e frequentemente ligam elementos que não possuem qualquer relação lógica entre si.

Ex: "As taxas de suicídio tem aumentado anualmente no estado de Utah, o que demonstra o efeito emocional negativo que a Igreja Mórmon causa nas pessoas."

Embora seja verdade que membros da Igreja não estão isentos de problemas emocionais que em alguns casos conduzem ao suicídio, a falácia lógica acontece ao presumir que a causa do aumento em suicídios provém do fato de o estado de Utah ter a Igreja SUD como religião predominante. De fato, por problemas variados atribuídos à atual geração, tais taxas tem infelizmente crescido em praticamente todos os estados americanos, o que desconstrói a ideia de esse ser um problema particular de Utah e da Igreja Mórmon.

3. A Falácia do Apelo à Emoção

Falácia lógica em que a emoção é utilizada como forma de esquivar-se, responder ou construir um argumento manipulando direta ou indiretamente a emoção dos indivíduos em questão. É importante destacar que debates sobre determinados tópicos de fato podem produzir reações emocionais. O erro, entretanto, acontece quando a emoção é utilizada de maneira a eliminar a necessidade de responder ao argumento.

Ex: Ao ser questionada por que a Igreja Mórmon praticou a poligamia, Ana com lágrimas nos olhos respondeu: "Eu sei que a Igreja é verdadeira e tudo o que você precisa fazer é confiar em Deus e ele mudará a sua vida assim como mudou a minha."

Embora o testemunho pessoal seja algo extremamente válido, a falácia acontece ao evitar a questão proposta apelando apenas para uma resposta de teor subjetivo e emocional.

4. A Falácia da Bola de Neve

Esta falácia sugere que se evento A acontecer, ele desencadeará um série de outros eventos até Z, e por que por essa razão o evento A deve ser impedido. Tal estrategia é normalmente utilizada de maneira a explorar as opções mais improváveis e negativas, de maneira a persuadir indivíduos de que o argumento deve ser rejeitado.

Ex: "Se aceitarmos membros homossexuais na Igreja, daqui a pouco permitiremos casamentos homossexuais e em seguida estaremos realizando selamento desses casais no templo."

Não é preciso ser um gênio para entender que embora A (respeitar e aceitar pessoas com atração homossexual) seja essencial na Igreja isso não significa que B e C (aprovação de casamento e selamento homossexual) serão consequências disso, o que torna essa linha de pensamento uma falácia.

5. Ad Hominem ou Ataque à Pessoa

Tal falácia acontece quando o caráter ou característica de uma pessoa é atacado ao invés de seu argumento ou posição.

Ex: "Após o professor da escola dominical debater maneiras de ter um casamento mais feliz, Pedro questionou se faria sentido confiar nos conselhos de um professor solteiro e que ainda por cima nem havia servido missão."

No exemplo acima, aa validade das ideias propostas pelo professor são ignoradas e seu caráter é atacado de maneira a desconstruir sua credibilidade. 

6. Falácia do Apelo Especial

Acontece quando um indivíduo altera ou faz exceções aos parâmetros de sua argumentação quando uma falha de raciocínio é exposta ou evidência contrária a seu argumento apresentada. Esta é provavelmente uma dos piores pecados argumentativos porque nesse caso o apego à uma posição inicial sobrepuja qualquer evidência ou contra argumento apresentado, mesmo quando são prováveis. 

Ex: "Joaquim afirmou que o Livro de Mórmon não é verdadeiro porque não possui nenhuma evidência histórica ou arqueológica, mas quando evidências lhe foram apresentadas ele afirmou que eram apenas coincidências e que Joseph Smith teve sorte."

O maior problema de tal falácia é fato de estar baseada na pedra da desonestidade intelectual. Seja qual for nosso argumento, precisamos nos certificar que eles são compatíveis com as evidências. Caso contrário, torna-se necessário realizar nova análise do argumento com o propósito de confirmar se nossa posição é sustentável ou necessita ser alterada ou abandonada.

7. Falácia da Inversão do Ônus da Prova

Tal falácia acontece quando um indivíduo afirma que o ônus da prova não é responsabilidade de quem fez a afirmação, mas de quem deseja negá-la. A realidade é que a necessidade de provar ou apresentar evidências sempre recai sobre aqueles que fazem as afirmações, e não oo contrário.

Ex: "Após ser questionado sobre que evidências apoiam a existência de Deus, Fabrício rebateu a questão, afirmando que ninguém conseguiu provar que Deus não existe."

Embora para nós Deus seja uma realidade, defender tal posição sob a premissa de que "ninguém conseguiu provar que Ele não existe" constitui uma falácia e fraco argumento. Ao debater qualquer tema, membros da Igreja SUD precisam constantemente ter em mente que cabe a quem faz uma afirmação apresentar evidências e argumentos que o apoiem, e não o contrário.

8. Apelo a Autoridade

Argumento construído de maneira a atribuir a verdade não pela lógica e razoabilidade do argumento em si, mas pelo fato de ter sido proferido por alguém de autoridade. 

No contexto do Evangelho, é preciso alcançar um equilíbrio no desenvolvimento de tal argumentação porque de fato cremos na existência de líderes autorizados por Deus para ministrar seu Evangelho ao passo que reconhecemos que todos somos humanos e com ou sem autoridade, podemos errar. A chave para tal equilíbrio está em analisar tanto a autoridade em questão quanto o argumento. 

Ex: "De acordo com o antropólogo João Medeiros, não há local na américa compatível com a geografia do Livro de Mórmon. João Medeiros é especialista em antropologia das Américas. Por isso, O Livro de Mórmon não pode ser verdadeiro."

Uma opinião incorreta não se torna verdade apenas porque um líder falou. Uma opinião correta não se torna uma mentira apenas porque quem a proferiu não possui autoridade. Entender esse ponto é a chave da questão.

9. Falácia Genética

Presumir que algo é bom ou mal, verdadeiro ou falso, unicamente devido a sua proveniência. A realidade é que não vivemos em um mundo tão preto e branco assim. Cabe a cada membro da Igreja desenvolver a capacidade de analisar, filtrar e validar as informações a que é submetido. 

Ex: "Silvia compartilhou um interessante artigo sobre um tópico do Evangelho o qual Flávia rejeitou, afirmando que se não vier do site oficial da Igreja, não é confiável."

Naturalmente algumas fontes tendem a ser mais precisas ou imprecisas do que outras. Isso, entretanto, não significa que um argumento apresentado é verdadeiro ou falso unicamente devido à sua proveniência. 

10. Falácia do Falso Dilema

Sendo uma das falácias mais utilizadas, a falácia do falso dilema acontece quando um indivíduo apresenta duas ou mais alternativas para um argumento como se elas fossem as únicas existentes. Tal pensamento impede que os observadores do debate possuam um entendimento de todas as variáveis e manipula as alternativas para que outros contextos sejam conhecidos.

Ex: "Existem apenas dois tipos de Mórmons... Os que estão lá porque estão ganhando algo com isso e os que simplesmente seguem tudo cegamente."

Tal falácia é infelizmente comum em debates do Evangelho, tornando necessário que membros da Igreja desenvolvam a habilidade de visualizar todas as alternativas para uma determinada questão. Existem religiosos "fiéis" apenas enquanto sentem que estão recebendo algo em troca? Certamente. Existem religiosos que creem e seguem tudo fanaticamente? Em todas as religiões. Caberiam todos os milhões de membros da Igreja dentro apenas dessas duas categorias? Absolutamente não, o que a torna uma falácia lógica.

Conclusão

Como um dos maiores escritores Cristãos dos tempos modernos certa vez afirmou, "argumentos racionais não criam crença, mas mantém um ambiente no qual a fé pode florescer".[1] 

Talvez a maior lição a ser aprendida a esse respeito, no entanto, é a de que seremos incapazes de apropriadamente defender o que cremos e persuadir outras pessoas a achegarem-se a Cristo caso hajam buracos em nossa forma de pensar e argumentar e caso sejamos incapazes de identificar a validade dos argumentos daqueles que com ou sem real intenção questionam nossas crenças.

Referências

[1] Austin Farrer, Light on C. S. Lewis, Jocelyn Gibb, ed.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Mais de Atualidades
Os 10 Pecados Capitais de Falácias Lógicas Dentro e Fora da Igreja

Os 10 Pecados Capitais de Falácias Lógicas Dentro e Fora da Igreja

Ao nos engajarmos em debates teológicos, devemos nos certificar de que não somos culpados ou vítimas de tais falácias lógicas.

4 Evidências Filosóficas de Que Deus Existe

4 Evidências Filosóficas de Que Deus Existe

Analisamos nesse artigo a estrutura de quatro argumentos que indicam que sim, Deus existe.

Crença, Testemunho e a Arte de Não Saber

Crença, Testemunho e a Arte de Não Saber

A busca pelo saber nos relembra que são as perguntas, não as respostas, que movem o mundo

Quando a Oposição Vem de Dentro

Quando a Oposição Vem de Dentro

Ao visitar e acompanhar ao vivo hoje mais uma Conferência Geral da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, tive o grande privilégio de sentir o Espírito de Deus através da beleza do Templo de Salt Lake City.

Pornografia - Causas, Efeitos e Correntes Quebradas

Pornografia - Causas, Efeitos e Correntes Quebradas

Vivemos em um mundo de aparências. Um mundo que promove a cultura da futilidade com aparência de glamour e distorce nossa percepção daquilo que realmente importa e merece atenção.

FairMormon - Em Defesa da Fé

FairMormon - Em Defesa da Fé

Em 1997, quando a Internet dava ainda seus primeiros passos, um grupo de membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias engajados na defesa da fé através de fóruns online.

Maternidade - Nasce um Bebê, Nasce uma Mãe

Maternidade - Nasce um Bebê, Nasce uma Mãe

Durante nove meses elas com dores nos carregaram, com um sorriso receberam nosso choro, com paciência nos ensinaram a andar, com suas mãos nos levantaram, com seus joelhos no chão oram por nós, sofrem com nossas derrotas, comemoram as vitórias e nos ajudam a compreender o amor incondicional de Deus.

A Desinformação na Era da Informação

A Desinformação na Era da Informação

Em um mundo de constante desenvolvimento tecnológico, barreiras antes instransponíveis tem sido superadas e distâncias encurtadas, tornando o acesso à informação do presente e passado uma tarefa relativamente fácil, que normalmente exige apenas o clique de um mouse.

8 Perguntas Respondidas Sobre o City Creek Shopping em Salt Lake City

8 Perguntas Respondidas Sobre o City Creek Shopping em Salt Lake City

Recentemente, muito tem sido comentado a respeito da forma com que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias utiliza e administra seus recursos financeiros, levando alguns membros da Igreja a um choque de opiniões e conclusões precipitadas baseadas em grande parte em mentiras, verdades, meias verdades e consequentemente, conclusões tendenciosas.

 5 Dicas Para Uma Conferência Geral Memorável

5 Dicas Para Uma Conferência Geral Memorável

Ao nos aproximarmos da Conferência Geral, período em que os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias recebem um banquete espiritual por meio de seus líderes gerais, temos a singular oportunidade de receber revelações para assuntos pessoais, força para desafios e orientação para a vida.

50 Tons de Cinza e a Glamorização do Abuso e Violência

50 Tons de Cinza e a Glamorização do Abuso e Violência

Sendo promovido como "romance" e "história de amor moderna", a adaptação do livro "Cinquenta Tons de Cinza" chega aos cinemas buscando explorar um dos mais fortes apetites humanos (relação sexual), ao passo que a confunde de maneira grotesca com o mais nobre dos sentimentos, o amor. 

Mórmons, Liberdade Religiosa e Homossexualidade

Mórmons, Liberdade Religiosa e Homossexualidade

No dia 27 de Janeiro de 2015, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em um pronunciamento oficial e histórico, expôs sua posição sobre um dos temas mais debatidos da atualidade: Encontrar meios pelo qual liberdade religiosa e direitos LGBT possam coexistir.

Natal - 5 Crenças Comuns Colocadas à Prova

Natal - 5 Crenças Comuns Colocadas à Prova

Em época de Natal, lembramos o nascimento do menino Jesus e incansavelmente repetimos os detalhes da história de como um ser tão grandioso, se tornou tão pequeno com o objetivo de tornar grandiosos os pequenos.

Joseph Smith e Poligamia - Origem, Desenvolvimento e Motivações

Joseph Smith e Poligamia - Origem, Desenvolvimento e Motivações

Poucos assuntos relacionados à Igreja de Jesus cristo dos Santos dos Últimos Dias parecem atrair mais atenção, falta de compreensão e sensacionalismo midiático do que a primitiva prática do casamento plural no período subsequente à restauração do Evangelho.

DNA e O Livro de Mórmon - Separando Mito e Realidade

DNA e O Livro de Mórmon - Separando Mito e Realidade

Entre os assuntos recentes mais comentados e utilizados por críticos do Livro de Mórmon, estão as pesquisas com DNA e uma contínua tentativa de através disto, desprová-lo como escritura inspirada.

Como Lidar Com Atração Pelo Mesmo Sexo

Como Lidar Com Atração Pelo Mesmo Sexo

Entre os muitos temas debatidos em nossos dias, poucos assuntos exigem mais compreensão e sensibilidade do que atração pelo mesmo sexo.

Como Preparar um Discurso Eficaz

Como Preparar um Discurso Eficaz

A verdade possui poder, e tal poder é mais fácil de ser sentido ao utilizarmos algumas tecnicas.

5 Razões Pelo Qual Pessoas Se Afastam da Igreja

5 Razões Pelo Qual Pessoas Se Afastam da Igreja

Cristo ensinou que o caminho que conduz a vida eterna é estreito e apertado. Eu e você provavelmente conhecemos pessoas que por motivos diversos não permaneceram nele e por vezes nos sentimos incapazes de ajudá-los no caminho de volta.

Uma Visão Mórmon Sobre as Eleições, Voto e Política

Uma Visão Mórmon Sobre as Eleições, Voto e Política

Um dos assuntos mais comentados no país no momento é o resultado final das eleições presidenciais de 2014. Embora política seja um tema controverso , uma análise do significado da palavra Política revela princípios importantes.

© 2018 Intérprete Nefita. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas