Uma Visão Mórmon Sobre as Eleições, Voto e Política | Intérprete Nefita
Logo

Uma Visão Mórmon Sobre as Eleições, Voto e Política

Uma Visão Mórmon Sobre as Eleições, Voto e Política

Um dos assuntos mais comentados no país no momento é o resultado final das eleições presidenciais de 2014. Embora política seja um tema controverso , uma análise do significado da palavra "Política" revela princípios importantes.

Política é Governo e Governo foi criado por Deus

Política: 1 Arte ou ciência de governar. 2 Arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados. 

O primeiro ponto define política como a "Arte ou Ciência de Governar". As escrituras indicam quem é o governante de todas as coisas e a qual tudo se sujeita.

Salmos 103:19 declara:

O Senhor tem estabelecido o seu trono nos céus, e o seu reino domina sobre tudo.

O segundo ponto define política como "organização, direção e administração de nações ou estados". Para o Senhor porém essa autoridade para administrar percorre toda a imensidão do espaço, tendo ele poder sobre os próprios elementos do Universo.

Deus Instituíu as autoridades humanas

As escrituras demonstram que mesmo sendo nós humanos, imperfeitos e com uma natural tendência a cometer erros, o Senhor delega a autoridade a muitos de seus filhos para a manutenção da lei secular e edificação do Reino. Ele edifica seu reino por meio de seus servos autorizados os Profetas e Apóstolos e a manutenção da lei secular através de pessoas de todos as origens e culturas através da política.

Romanos 13:1 declara: 

Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de Deus; as que existem foram instituídas por Deus.

Nosso apoio à lei secular inicia com o voto

A história humana demonstra que diferentes formas de governo tem sido estabelecidos no decorrer de cada época. No passado, sacerdotes, Juízes e Reis eram responsáveis pela aplicação e manutenção da lei. Hoje, vivemos sob a direção do Presidente da República e governadores, entre outros líderes nacionais e os escolhemos por meio do voto. Como membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias somos incentivados a exercermos nosso papel de cidadãos através do apoio a líderes seculares que ajam sob o princípio de justiça e retidão.

O profeta Mosias, no Livro de Mórmon, ensinou quais são as consequências terríveis que resultam da escolha de maus líderes seculares.
Pois eis que quanta iniqüidade um rei iníquo faz com que se cometa; sim, e que grandes destruições. Sim, lembrai-vos do rei Noé, de suas iniqüidades e abominações e também das iniqüidades e abominações de seu povo. Vede que grande destruição lhes adveio; e também, devido a suas iniqüidades, foram levados ao cativeiro. (Mosias 29:17,18)

Mosias ensinou que a escolha de um mau Rei ou em nosso caso Presidente, não apenas dá a eles poder para agirem de acordo com suas iniquidades, mas é capaz de corromper e trazer "grandes destruições" e iniquidade a toda uma nação.

O Senhor revelou a maneira correta de votar

Doutrina e Convênios 134 possui orientação detalhada do papel dos governos seculares e da importância da manutenção da Lei. Entre as orientações dadas, os Santos dos Últimos Dias são encorajados a apoiar candidatos que:

* Administrem a lei com equidade e justiça
* Defendam a liberdade religiosa e de consciência
* Reprimam o crime e impunidade
* Reprimam a corrupção

Governos seculares são o reflexo da sociedade que o elege

Como cidadãos, naturalmente esperamos de nossos líderes que trabalhem com diligência para atender as necessidades da nação, sejam honestos com recursos públicos e repudiem qualquer forma de corrupção. No entanto, muitos se esquecem que tais responsabilidades se estendem a todo o país e não apenas a quem está no poder. A mudança, seja ela local, nacional ou mundial, tem início na atitude de um único indivíduo.

Uma auto-análise sobre o assunto pode revelar a resposta e solução para muitos dos problemas sociais que enfrentamos.

* Para uma prova escolar ou acadêmico, tenho me preparado previamente e estudado ou buscado uma maneira de colar?
* Ao receber troco a mais em uma compra, qual é a minha atitude para com o dinheiro extra?
* Tenho o hábito de furar filas?
* Me levanto prontamente e cedo meu assento a um idoso ou gestante quando estou em transporte público?
* Tenho pago minhas dívidas?
* Sou fiel a compromissos que faço com outros?

Tal análise básica é importante, para que possamos reconhecer que o dever de tornar nosso país um local mais justo e íntegro, começa aqui e agora com a sua atitude, tanto sozinho quanto em público. Nada muda até que nossas ações, escolhas e mentalidade mudem. 

Ao nos aproximarmos do fim de mais uma eleição presidencial, convidamos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e amigos da Igreja a refletirem sobre sua responsabilidade pessoal de tornar o mundo melhor e mais justo. Ao agirmos em nosso dia a dia de maneira íntegra, tendo assim uma vida limpa perante Deus e homens, influenciaremos o mundo ao nosso redor, promovendo meios pelo qual os filhos de Deus possam progredir espiritualmente, intelectualmente e financeiramente. Sejamos a mudança que queremos ver no mundo. Não apenas a cada 4 anos, com frases em redes sociais e placas mas principalmente com atitude, coragem e fé.

Clique no link abaixo e curta a página oficial do Intérprete Nefita no Facebook:

Facebook Intérprete Nefita

Escrito por: Luiz Botelho em 14/11/2014




DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:Email:

Comentário:


COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para este artigo.