Em Que Momento Crianças Pequenas Falecidas Serão Batizadas? | Intérprete Nefita

Em Que Momento Crianças Pequenas Falecidas Serão Batizadas?


Por Luiz Botelho 27 de Novembro de 2018
Em Que Momento Crianças Pequenas Falecidas Serão Batizadas?

PERGUNTA:

Se crianças pequenas falecidas não podem ser batizadas e batismo vicário não é feito por elas, em que momomento crianças antes dos oito anos de idade serão batizadas?

RESPOSTA:

Antes de responder a pergunta, analisemos as diferentes variáveis que fazem com que a questão soe quase paradoxal. 

1. Crianças pequenas, que não possuem a idade de consciência e responsabilidade (oito anos) não devem ser batizadas, pois o objetivo do batismo é essencialmente o arrependimento e remissão de pecados. Como tais crianças não possuem plena consciência de seus pecados, não podem exercer o dom do arrependimento e por essa razão o batismo se torna desnecessário. [1]
2. Por serem incapazes de pecar, crianças que morrem antes da idade de responsabilidade receberam a promessa e garantia de exaltação. [2] 
3. Por outro lado, as escrituras são objetivas em afirmar que o batismo é um requisito para a salvação.[3] 

A complexidade da questão se dá por mais dois motivos:

1. A ordenança batismal e de confirmação só podem ser administradas por seres mortais. Por essa razão, elas não podem ser batizadas após a ressurreição. 

O historiador da Igreja Richard O. Cowan explicou:

"Batismo, confirmação e ordenação ao sacerdócio são ordenanças terrenas que devem ser realizadas por mortais vivendo na terra.[4]

"Conversão acontece no mundo espiritual, mas as ordenanças são realizadas vicariamente na terra por mortais.[5]

"Irão seres ressurretos tomar parte no trabalho de investidura no milênio ao lado de mortais? A resposta para essa questão é não! Eles não ajudarão a realizar ordenanças. Seres ressurretos irão ajudar a prover informações que de outra forma não estariam disponíveis, mas mortais terão que realizar as ordenanças nos templos. Batismo, confirmação, ordenação, investidura e selamentos pertencem a essa vida mortal e são requeridas daqueles que estão na mortalidade... Uma pessoa ressurreta passou para uma outra esfera, aonde as leis e bençãos não pertencem a essa vida mortal... Se fosse permitido para seres ressurretos vir e realizar trabalhos no templo, então não haveria razão para nós, nessa vida mortal, agir vicariamente por eles, porque eles o fariam por si mesmos."[6]

2. Ordenanças vicárias não podem ser realizadas em favor de crianças que morreram antes dos oito anos.[7]

Sendo assim, em que momento tais crianças receberão a ordenança batismal? 

Como mencionado anteriormente, as escrituras atestam que tais crianças possuem a garantia de exaltação. Sobre essa exaltação ser automática sem a necessidade do batismo, Bruce R. McConkie afirmou:

"A resposta é um estrondoso sim, que ecoa de um lado a outro do céu. Jesus ensinou isso a seus discípulos. Mormon afirmou isso repetidamente. Muitos dos profetas falaram sobre isso, e está implícito em todo o plano de salvação. Se não fosse assim a redenção não seria infinita em sua aplicação."[8]

"Crianças serão entronadas na presença de Deus" e "lá desfrutarão a plenitude daquela luz, glória e inteligência, que é preparado no reino celestial."[9]

Por fim, Joseph Fielding Smith declarou que "os corpos de pequenas crianças irá crescer após a ressurreição até a estatura máxima de seus espíritos, e todas as bençãos serão delas através da obediência... como se elas tivessem vivido até a maturidade e as recebidos na terra."[10]

Dessa forma, fica evidente que tais crianças são exceções para a regra e que o Criador preparou uma alternativa para que elas desfrutem as mesmas bençãos, mesmo sem poder em alguns casos fazê-las durante a mortalidade e que o batismo não será requerido delas.

Mais detalhes e referências sobre o assunto pode ser encontrado em Inglês no site oficial, clicando aqui.
Foto do artigo: Minha filha Elisa, tirada por Michael Pugh Photography

Referências:

[1] Morôni 8:10-12; D&C 49:13; 18:42
[2] D&C 137
[3] 2 Néfi 31:5-13; João 3:5
[4] Richard O. Cowan, Answers to Your Questions About the Doctrine and Covenants, p.20
[5] Kent P. Jackson, From Apostasy to Restoration, p.230
[6] Joseph Fielding Smith, Doctrines of Salvation, edited by Bruce R. McConkie, 2:, p.178-179
[7] Merlin R. Lybbert, “The Special Status of Children,” Ensign, May 1994, 31–32 e Chapter 7: Submitting Names for Temple Ordinances,” Introduction to Family History Student Manual (2012), 56–65
[8] Ensign, April 1977, p. 4
[9] Teachings of the Prophet Joseph Smith, sel. Joseph Fielding Smith, Salt Lake City: Deseret Book, 1938, p. 200
[10] Doctrines of Salvation, comp. Bruce R. McConkie, 3 vols., Salt Lake City: Bookcraft, 1954–56, 2:54


 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

© 2019 Intérprete Nefita. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas