Por que o Livro de Mórmon menciona o Espírito Santo e batismo em uma época anterior ao Cristianismo? | Intérprete Nefita
Logo

Por que o Livro de Mórmon menciona o Espírito Santo e batismo em uma época anterior ao Cristianismo?

Por que o Livro de Mórmon menciona o Espírito Santo e batismo em uma época anterior ao Cristianismo?

Pergunta:

Olá Intérprete Nefita,

O capítulo 5 do Livro de Moisés menciona o Espírito Santo descendo à Adão, enquanto Atos 2 parece indicar que Ele descia sobre os homens pela primeira vez naquela ocasião. Moisés em seguida 6 relata o batismo de Adão. Afinal, como o Espírito Santo e ordenança batismal poderiam ser citadas antes da existência da Igreja de Cristo?

Jeferson, Maceió-AL


Resposta:

Olá Jefferson,

De fato o Espírito Santo esteve presente em todas as épocas, sendo portado por todos os profetas e homens justos servos de Deus. Pedro deixou isso claro quando disse:

Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação; porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo. II Pedro 1:20-21

Atos 2 relata a ocasião em que os santos da Igreja recém organizada receberam a manifestação dos poderes do Espírito Santo e não necessariamente o dom de portá-lo. 

É interessante notar que no Velho Testamento quase não se ouve falar de Satanás também, apesar de ele ser um personagem real que tem sido presente nas escrituras desde antes do mundo existir. Esta na verdade era uma das grandes necessidades da restauração do Evangelho, visto que sabemos que "verdades preciosas" foram perdidas com o passar das épocas. O Livro de Moisés que é um registro mais preciso de parte de Gênesis trás aquilo o que nunca deveria ter sido perdido, permitindo a nós termos uma visão mais ampla dos fatos.

Entretanto, mesmo com as perdas que as escrituras sofreram com o passar dos séculos, é possível encontrar referências ao Espírito Santo em várias passagens do velho Testamento, como por ex: Gên 1:2, 2 Samuel 23:2, Isaías 40:13, Isaías 48:16. Sem contar as diversas referências a ele no Livro de Mórmon, que diferente da Bíblia, não sofreu tão severamente os danos da corrupção humana.

Sobre a questão do batismo

Apesar de não haver menção aparente da ordenança batismal no Velho Testamento, é evidente que esta era uma prática conhecida na época, visto que o Novo Testamento praticamente já começa com João Batista chamando as pessoas ao arrependimento e batismo, realizando a ordenança por muitos. Nenhuma explicação adicional é fornecida provavelmente porque esta era uma prática comum e conhecida pelas pessoas da época. Mas por que não haveria menção no Velho Testamento? Na verdade, no Judaísmo de fato já haviam práticas de purificação por meio da imersão na água. Esses rituais são chamados de "tevilá" e provavelmente é o "antecessor" do batismo.

Dessa forma, quando João aparece no Novo Testamento pregando o batismo, ele não necessariamente está trazendo uma ordenança nova, mas a ordenança como porta de entrada da nova aliança (Cristianismo) que estava prestes a substituir a velha (Judaísmo). Isso significa que não importa se um indivíduo já havia realizado o tevilá no Judaísmo, para aceitar o evangelho de Cristo, teria que ser batizado sob outros termos e convênios.

Novamente é visível que o Livro de Mórmon ensina tal prática muito antes da vinda de Cristo.

Abraço,

InterpreteNefita