São os Fósseis de Dinossauros Restos de Outros Mundos? | Intérprete Nefita

São os Fósseis de Dinossauros Restos de Outros Mundos?


Por Lukas Montenegro 29 de Setembro de 2018
São os Fósseis de Dinossauros Restos de Outros Mundos?

PERGUNTA:

Uma questão que atrai a curiosidade dos membros da igreja é a de como conciliar a existência dos dinossauros com o plano de Salvação (em especial com o conceito de morte e a queda de Adão e Eva). Com esse intento, alguns defendem que os dinossauros e outros fósseis primitivos, seriam originários de outros mundos. Eles teriam chegado à terra dentro de pedaços de rocha e matéria vinda destes outros mundos, que foram usadas na criação da terra. Essa teoria é verdadeira?

RESPOSTA:

     A identificação de fósseis[1] de dinossauros pelo naturalista inglês Sir Richard Owen, em 1842, trouxe considerável disputa acerca da interpretação das escrituras nas questões da criação das espécies vivas e do conceito de morte antes da queda de Adão[2].

     Uma das teorias ainda divulgadas para se conciliar a abundante existência dos fósseis de dinossauros, com a visão de que não poderia haver morte antes da queda, é a de que esses fósseis foram trazidos de outros mundos (de onde eram originários) dentro de rochas e pedaços de matéria que outrora formaram esses mundos, e que segundo o Profeta Joseph Smith, foram usados para a criação do nosso planeta[3]. Seria isso verdade? Primeiro, é bom deixar claro que a igreja nunca se posicionou a favor dessa teoria, ou sequer disse algo que a endossasse. Além disso, uma análise mais cuidadosa, mostrará que tal ideia é absurda.

     1. Apesar de Joseph Smith ter ensinado que a terra foi feita de pedaços de outros mundos, ele nunca defendeu que fósseis vieram dentro desses pedaços de matéria. Na verdade, sabemos hoje que a terra e todo o Sistema Solar foram formados da explosão de outras estrelas no passado. Contudo, essas mesmas observações demonstram que as intensas condições de vácuo, pressão, temperatura e radiação, a que esses pedaços de matéria teriam sido submetidos, impossibilitaria que qualquer fóssil tivesse chegado intacto ou em qualquer parte infimamente significante, na terra. Elder James E. Talmage corroborou essa teoria ao afirmar:


A hipótese planetesimal sugere a formação de mundos - desta terra - pela junção de pequenas, mas discretas partículas de poeira de mundos, mas não grandes massas de caráter estrutural (...); nem a teoria nem os fatos observados garantem a crença de que a estrutura atual das partes externas da Terra é de algum modo devida à estrutura dos corpos infalíveis [que a formaram], sejam partículas comparáveis ​​ao pó ou massas de tamanho maior[4].

     2. Elder John A. Widstoe declarou claramente de que os fósseis encontrados hoje na terra, não poderiam ter vindo de outros planetas:

Que os fósseis podem ter sido formados em outros mundos, mas não na Terra, é quase tão difícil de entender quanto a doutrina de que seres vivos e inteligentes são encontrados apenas na Terra. A ciência moderna desenvolveu uma doutrina como a de Joseph Smith, que ensina que os corpos celestes podem ser constituídos de fragmentos de mundos destruídos, mas as partes dos mundos destruídos que vão construir novos corpos celestes são minúsculos, até mesmo microscópicos. Existem numerosas evidências fortes contra a visão de que grandes seções de outros mundos foram reunidas para formar esta terra.[5]

     3. O presidente Joseph Fielding Smith também declarou algo semelhante, quando questionado a respeito dos dinossauros e se eles afetariam nossa vsão do plano de salvação:

Eu não me importo com o que dizem os cientistas em relação aos dinossauros e outras criaturas sobre a terra há milhões de anos, que viveram e morreram e lutaram para a existência. Quando a terra foi criada e foi declarada boa, a paz estava em sua face entre todas as suas criaturas. A contenda e a maldade não foram encontradas aqui, nem houve corrupção.[6]

      O simples fato da distribuição, idade, constituição e natureza progressiva (em termos evolutivos) dos fósseis nas diversas camadas sedimentares da superfície do nosso planeta, são clara prova de que eles se originaram, viveram e morreram neste mundo.

     A conclusão, portanto, é que tanto a ciência, quanto a visão de diversas autoridades gerais, apoiam o fato de que, apesar de não sabermos exatamente como conciliar a queda de Adão e Eva com a existência dos dinossauros, estes definitivamente não vieram de outros mundos.

 

 

REFERÊNCIAS:

1. Fósseis são restos de material biológico (esqueletos, formas, conchas, e etc) que foram preservados durante eras nas cavidades das rochas ou camadas sedimentares do solo.

2. Houve considerável debate entre Elder B. H. Roberts e Elder Joseph Fielding Smith acerca da doutrina da morte antes da Queda de Adão e Eva. No final, a igreja declarou não ter posição oficial no tema. Minha opinião pessoal sobre o assunto, é a do Elder Talmage: "Toda a série de depósitos calcários e muitos dos nossos depósitos de fundo profundo contêm os restos de esqueletos de animais. Estes viveram e morreram, idade após idade, enquanto a terra ainda era imprópria para habitação humana." (TALMAGE, J. E., "The Earth and Man", 1909).

3. https://www.lds.org/manual/old-testament-seminary-teacher-manual/introduction-to-the-book-of-genesis/lesson-8-moses-2-genesis-1-abraham-4?lang=eng

4. James E. Talmage, "Prophecy as the Forerunner of Science—an Instance," Improvement Era 7 no. 7 (May 1904), 486-487.

5.  John A. Widstoe, "The Length Time of Creation," Improvement Era 12 no. 6 (April 1909), 491-94.

6. Joseph Fielding Smith,  "Doutrinas de Salvação, Vol.1, Pg.67;

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

© 2019 Intérprete Nefita. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas