Seria a Teoria do Big Bang Incompatível com a Doutrina do Evangelho? | Intérprete Nefita

Seria a Teoria do Big Bang Incompatível com a Doutrina do Evangelho?


Por Lukas Montenegro 28 de Agosto de 2018
Seria a Teoria do Big Bang Incompatível com a Doutrina do Evangelho?

PERGUNTA:

Geralmente quando se fala da Teoria do Big Bang, sempre vejo um posicionamento negativo por parte dos membros da igreja a respeito do tema. A Teoria do Big Bang é realmente incompatível com a Doutrina do Evangelho?

RESPOSTA:

 

     Apesar de haver um certo preconceito a respeito da relação entre o Evangelho e a Teoria do Big bang, não há nada na teoria em si que coloque em cheque quaisquer das verdades ensinadas nas escrituras ou pelos profetas atuais. O que sem dúvida existe é uma interpretação errônea da teoria, que leva muitas pessoas - tanto crentes como descrentes - à crença de que A teoria do Big Bang desqualifica a necessidade da existência de um Deus. 

      Alguns argumentos simples clarificam a resposta - que é a de que não existem contradições entre o evangelho e o Big Bang:

Primeiro, antes do big bang, a teoria mais aceita pela ciência era chamada de estado estacionário, onde o universo sempre existira e sempre existiria. Essa sim era uma teoria contra o Evangelho. A Teoria do Big Bang nos permite vislumbrar cientificamente algo que religiosamente já sabíamos: As coisas tiveram um começo, existe uma criação, e do caos houve ordem. 

Segundo, Joseph Smith ensinou que nada realmente foi criado, mas que a palavra traduzida como "criação" na Bíblia, tem outras possíveis traduções, uma inclusive mais aceitável é "organização" de uma matéria já existente¹. O Big Bang explica o surgimento de matéria no universo, e o modo como ela organizou-se com a passagem do tempo. Mais uma vez, é um modo científico de explicar o que as escrituras dizem ter acontecido.

Terceiro, Todas as referências ao "começo" de tudo nas escrituras, são relacionadas a criação de nossa terra, e não do universo. Então quando se compara a teoria do Big Bang com os escritos do começo de Gênesis, por exemplo, haverão erros naturais de interpretação associados ao fato de que, uma fala sobre a criação em geral e a outra, da criação local.

E Quarto, Precisamos lembrar de que o conceito de teoria científica, não é o de  ideia ou opinião. Uma teoria só passa a ser considerada científica quando possui suficiente apoio experimental, e muitas vezes leva anos para que a comunidade científica entre em consenso geral a respeito da veracidade de um fato.

          A Teoria do Big Bang é experimentalmente provada com alto grau de precisão, por meio de métodos de medição relativos a velocidade de expansão das galáxias, da Radiação cósmica de Fundo, e etc. Descartar uma teoria científica repleta de fatos que a suportam, só porque aparentemente não apoia uma doutrina espirtiual, não é o melhor caminho, assim como o oposto não é. Elder John A. Widstoe ensinou que "não há contradição entre a Bíblia e a História contada pelas rochas"². Logo, a melhor alternativa é buscar uma solução comum, que como dito pelo Apóstolo, sempre existirá.

 

Referências:

1.  SMITH, J., "Ensinamentos, pg. 341-342".

2. WIDSTOE, J. A., "The Age of The Earth" - Improvment Era, 1909.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

© 2019 Intérprete Nefita. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Prudente Empresas