Se O Livro de Mórmon é verdadeiro, por que não há evidências que o apoiem? | Intérprete Nefita
Logo

Se O Livro de Mórmon é verdadeiro, por que não há evidências que o apoiem?

Se O Livro de Mórmon é verdadeiro, por que não há evidências que o apoiem?

Pergunta:

Olá,

Diferente do Livro de Mórmon, há muitas evidências que apoiam os relatos da Bíblia. Se O Livro de Mórmon é verdadeiro, por que não há nenhuma evidência arqueológica ou racional que o comprove? 

Aline, MS


Resposta:

Olá Aline,

O problema imediato na construção de sua pergunta é que a própria premissa que está utilizando é falsa. As únicas pessoas que realmente insistem em afirmar que não há evidência racional para o Livro de Mórmon são geralmente pessoas que jamais se deram ao trabalho de pesquisar o que o livro diz com o seu respectivo contexto.

É verdade que há muito mais evidências históricas e arqueológicas para a história da Bíblia do que para o Livro de Mórmon e há razões específicas para isso. A imensa maioria dos acadêmicos SUD concordam baseados nas evidências que a história do Livro de Mórmon aconteceu em uma região limitada do continente americano, chamada Mesoamérica, aonde a antiga civilização Maia cresceu, floresceu e desapareceu. Se o local dos eventos do Livro de Mórmon realmente foi a Mesoamérica, seria de esperar encontrarmos facilmente as cidades mencionadas no livro e uma quantidade exorbitante de evidências que o apoiam, correto? Na prática as coisas não funcionam bem assim. Comparar a geografia do Velho Mundo--que no geral é desértica e de fácil acesso para pesquisas arqueológicas--com a geografia tropical da América Central não é razoável. Estudos antropológicos e arqueológicos (que é minha área de estudo acadêmico) não simplesmente determinam aleatoriamente locais para escavação sem uma forte indicação do que se deseja encontrar. A arqueologia praticada na Mesoamérica em meio à selva e mata fechada não é simples e financeiramente atrativa como a praticada no Velho Mundo e por essa razão, não é intelectualmente honesto esperar que o Livro de Mórmon apresente com facilidade todos os locais mencionados no texto, como acontece na Bíblia.

Por outro lado, estudiosos sabem que existem cidades inteiras na Mesoamérica que estão abaixo da terra, e que não há grande interesse, recursos ou ambos, para realizar escavações de tal porte. O interessante é que o texto do Livro de Mórmon em 3 Néfi 6:8-11 de fato indica que esse seria o cenário para muitas das antigas cidades.

É importante lembrar que são inscrições, não objetos, que delineiam detalhes precisos do contexto histórico de uma civilização. Objetos e artefatos antigos por si só são incapazes de recontar com exatidão os fatos relacionados aos povos que os possuíam. Para ilustrar, imagine que um arqueólogo encontre uma antiga panela. Embora uma panela possa oferecer pistas a respeito da datação dos eventos, ela certamente não provê evidência conclusiva das características religiosas e crenças de um indivíduo ou povo.

Como mencionado pelo Dr. William Hamblin:

"A única maneira pela qual arqueólogos podem determinar nomes de reinos políticos, pessoas, etnografia e religião de uma civilização antiga é por meio de registros escritos."(William J. Hamblin (posting under the screen-name, “MorgbotX”), posted 29 January 2004 in thread, “What Would Be Proof of the Book of Mormon,” on Zion’s Lighthouse Bulletin Board (ZLMB))

Como diferenciar uma "panela Nefita" de uma "panela Maia"? Como uma "panela Nefita" deveria se parecer? Como saber se as ruínas ou artefatos que já encontramos na América não pertenceram a povos do Livro de Mórmon? Sem registros escritos, definir conclusivamente detalhes culturais e religiosos de uma nação é praticamente impossível.

No entanto, disso a afirmar que não há evidências racionais para o livro é incoerente e apenas demonstra desconhecimento dos estudos que por décadas tem sido realizados. Se o Livro de Mórmon é verdadeiro e seu texto fiel aos fatos, seria de esperar correlações e similaridades entre o texto e os fatos históricos. O fato é que centenas dessas correlações já foram identificadas por pesquisadores, como o Antropólogo John Sorenson e projetos como o Book of Mormon Central (que a FairMormon Brasil em breve disponibilizará em Português).

Detalhes adicionais de algumas de tais evidências podem ser analisadas em detalhes em alguns dos links abaixo:

Geografia, Arqueologia e Evidências do Livro de Mórmon

Grafometria, Hebraísmos e Quiamos - Evidências do Livro de Mórmon

Uma Análise Detalhada do Processo de Tradução do Livro de Mórmon

A Terra de Abundância - Evidência do Livro de Mórmon

Nahom - Evidência do Livro de Mórmon

Amon e os Reis Divinos - Evidência do Livro de Mórmon

Lamanai - Evidência do Livro de Mórmon


Esses são apenas alguns dos muitos exemplos e evidências que demonstram que são as críticas infundadas e não o Livro de Mórmon que realmente estão sob o teste.

Abraço,


IntérpreteNefita